Aprenda a trabalhar com dois monitores

Trabalhar com um computador significa, actualmente, saber realizar várias tarefas ao mesmo tempo, seja escrever e-mails, na navegar pela Internet, gerir redes sociais ou processamento de texto. Com isto tudo a passar-se ao mesmo tempo, verá que não existe melhor solução que a de adicionar ao seu sistema um segundo (ou mais) monitor.

dois-monitores

Ao ligar outro monitor, poderá colocar o software de processamento de texto num ecrã e o navegador de Internet ou o cliente de e-mail no segundo, tornando a sua área de trabalho mais espaçosa e agradável de usar. Para tirar partido desta solução, apenas precisa de usar um monitor adicional que suporte uma das saídas disponíveis no seu computador, como HDMI, DVI ou VGA, embora recomendemos que evite este último, por questões de degradação da qualidade de imagem.

Com o PC desligado, ligue o monitor adicional; o Windows (desde o 7 ao 10) irá identificar e instalar automaticamente o novo monitor. Uma vez que o Windows não tem o gestor de múltiplos monitores mais eficaz do mercado, recomendamos que utilize uma pequena ferramenta: o UltraMon.

1 – Configure os ecrãs
À partida, o Windows irá identificar automaticamente o seu monitor. Caso contrário, deverá aceder ao menu ‘Gestão de monitores’: clique com o botão direito do rato no Ambiente de Trabalho, escolha ‘Definições de Visualização’ e carregue em ‘Detetar’, para garantir que o Windows encontra o monitor. Aqui poderá igualmente determinar se pretende duplicar os ecrãs, expandir a área de trabalho, ajustar a orientação da imagem ou só trabalhar com o primeiro ou o segundo monitor; pode ainda determinar qual o monitor que será identificado como o ecrã principal.

2 – Instale o UltraMon
Para ter acesso a mais definições na gestão dos vários monitores, recomendamos que descarregue o UltraMon. Será pedido um código de registo para a instalação, mas ignore este passo e clique em ‘Next’. Nos passos seguintes recomendamos que opte pela instalação de todas as opções.

3 – Aceda ao UltraMon
Para aceder às funções do UltraMon, deverá clicar com o botão direito do rato em cima do ícone da aplicação. A partir daqui poderá escolher todos os modos que deseja configurar, sem que seja preciso aceder às ‘Definições de Visualização’ do Windows.

4 – Gerir a sua janela
Para deslocar janelas no seu ecrã virtual gerido pelo UltraMon, apenas precisa de clicar nos ícones que a aplicação cria no canto superior direito de cada aplicação que usar. Com os botões criados, o UltraMon consegue enviar a aplicação para o monitor seguinte, ou então maximizar o ecrã. Contudo, isto vai ficar limitado pela resolução máxima do monitor mais pequeno.

5 – Barra de tarefas adicional
O UltraMon tem uma ferramenta muito útil que permite adicionar uma barra de tarefas adicional para cada monitor, evitando que tenha de estar a regressar ao ecrã principal sempre que quiser aceder ao menu ‘Iniciar’. Para tal deverá aceder à lista de funções da ferramenta e escolher a activação das barras de tarefa secundárias.

6 – Crie atalhos
Uma das particularidades do UltraMon é a possibilidade de criar atalhos para abrir certas aplicações num ecrã específico, ou numa posição específica, como encostado a um canto de um determinado ecrã. Para tal deverá clicar com o botão direito do rato no ícone do UltraMon e escolher a opção ‘Adicionar atalho’, a partir da função de atalhos

7 – Perfil de monitor
Se não está satisfeito com o nível de controlo dado pelo Windows aos seus monitores, poderá criar um perfil específico para o seu PC, gerindo assim todo os parâmetros do mesmo, como a resolução, a taxa de refrescamento, a orientação, entre outros. Para tal deverá aceder com o botão direito do rato no ícone do UltraMon e escolher a opção de adicionar um perfil na função de Display Profile.

8 – Ampliar Wallpaper
Com o UltraMon, poderá usar uma única imagem para criar um wallpaper extendido aos diversos monitores, mesmo que estes possuam resoluções distintas. Para tal deverá aceder com o botão direito do rato no ícone do UltraMon e escolher a opção ‘Wallpaper’. Aqui ser-lhe-á pedido para atribuir um nome para o perfil de Wallpaper, e então terá acesso ao menu de definições de wallpaper, onde poderá escolher uma imagem para todos os monitores ou uma para cada, o estilo da imagem e a localização da mesma, bem como a cor de fundo dos ecrãs.

9 – Múltiplos Screensavers
À semelhança do wallpaper, também poderá gerir o screensaver do Windows através do UltraMon, determinando se pretende atribuir um screensaver distinto para cada monitor, um para ambos ou se pretende desactivar a activação de um screensaver para um dos monitores.

10 – Espelhar os ecrãs
A função de espelhar os ecrãs poderá ser bastante útil em situações como uma apresentação, onde poderá visualizar o seu trabalho ao mesmo tempo que o apresenta num monitor externo ou projector. Para tal apenas precisa de aceder às funções do UltraMon e escolher as diversas opções disponíveis, como a possibilidade de espelhar todo o ecrã, apenas uma aplicação, uma parte do ecrã ou a área em torno do ponteiro do rato.

11 – Determinar o ecrã principal
Para determinar qual dos seus ecrãs deverá ter a função de ecrã principal, apenas precisa de aceder à função ‘Set Primary’ do UltraMon e escolher o ecrã desejado. Poderá criar um atalho para esta função criando uma combinação de teclas, disponíveis através da opção ‘Hotkeys’ nas opções da aplicação.

12 – Gerir diversos monitores
O UltraMon permite gerir o posicionamento físico dos seus monitores, podendo até indicar as coordenadas dos mesmos, para garantir que a imagem reproduzida por cada monitor corresponda exactamente àquilo que deseja, algo fundamental para a criação de um sistema para um expositor ou algo semelhante. Para tal deverá aceder às definições de visualização (Display Settings) e escolher a função ‘Action’s e ‘Arrange Monitors’

13 – Opções adicionais
O UltraMon dispõe de mais truques na manga através das opções da aplicação. Com um total de oito separadores distintos, poderá determinar inúmeros parâmetros para tornar a aplicação ainda mais poderosa. Uma função bastante peculiar é o facto de poder preservar a disposição actual de todos os ícones no seu ambiente de trabalho, podendo restaurar essa disposição sempre que desejar.

Fonte: PCGuia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.